Indonésia faz alerta sobre risco de novo tsunami
BR

27 dezembro 2018

Autoridades advertem às pessoas para saírem de áreas em risco no estreito de Sunda; Unicef apoia entrega de artigos básicos às vítimas de desastre de sábado; Nações Unidas e parceiros se ofereceram para apoiar ações de resposta.

As autoridades indonésias estão alertando as pessoas que vivem nas regiões afetadas pelo terremoto de sábado para ficarem até 1 km de distância da área costeira.

A Agência de Meteorologia, Climatologia e Geofísica avisou que um novo tsunami pode afetar as áreas próximas do vulcão Anak Krakatau, no estreito de Sunda.

Milhares de pessoas estão em abrigos após os danos causados pelo tsunami do dia 22 de dezembro. Foto: © Unicef/UN0267838/Wilander

Assistência

No país, o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, fornece apoio com mosquiteiros e artigos de saneamento e escolar, assim como assistência técnica para questões de nutrição e proteção infantil.

Já o Escritório das Nações Unidas para os Assuntos Humanitários, Ocha, destaca que mais de 22 mil pessoas foram deslocadas após os danos causados. O Ocha também chama atenção para o mais recente alerta de tsunami.

A Agência Nacional de Gerenciamento de Desastres da Indonésia, Bnpd, informou que pelo menos 430 pessoas morreram, 1.495 ficaram feridas e outras 159 estão desaparecidas. O desastre danificou cerca de 924 casas, 73 hotéis e moradias, 60 lojas, 434 barcos e 65 veículos.

Desastre danificou cerca de 924 casas, 73 hotéis e moradias, 60 lojas, 434 barcos e 65 veículos. Foto: © Unicef/Arimacs Wilander

Resposta

As Nações Unidas e parceiros se ofereceram para apoiar a resposta que é liderada pelo governo. Ocorrem ainda contatos com as autoridades para compreender plenamente a situação nas áreas afetadas e fornecer o apoio necessário.

O governo indonésio já despachou milhares de funcionários. Com a ajuda de pessoal da Cruz Vermelha, de ONGs e de voluntários acontece a transferência, a busca e salvamento, a prestação de serviços médicos e a distribuição de suprimentos de emergência.

Entre os principais artigos oferecidos às populações estão alimentos, água, saneamento, lonas e cobertores.

As Nações Unidas destacam que o tsunami de sábado ocorreu quando várias partes já atuavam juntas, para apoiar as necessidades humanitárias dos indonésios que no início do ano foram atingidos por desastres nas províncias de Lombok e Sulawesi Central.

A coordenação envolve o governo e seus parceiros humanitários, incluindo agências da ONU, organizações não-governamentais nacionais e internacionais e o Movimento da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho.

 

Inscreva-se aqui para receber notícias da ONU News por email

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Cruz Vermelha anuncia mais apoio para afetados pelo tsunami na Indonésia

Balanço de vítimas indica pelo menos 429 mortes; cerca de 1,5 mil pessoas ficaram feridas e 16 mil vivem como deslocadas; equipes de resgate descrevem cenário com ossos quebrados, casas destruídas e pessoas muito abaladas.

Aumenta número de mortes provocadas pelo tsunami de sábado na Indonésia

Fenômeno deixou mais de mil feridos e deslocou 11,7 mil pessoas; autoridades continuam as buscas com envolvimento de forças de segurança e voluntários; mais de 57 pessoas continuam desaparecidas.