Conselho de Segurança apela à continuação de diálogo e transparência na RD Congo
BR

24 dezembro 2018

Eleições que deveriam ocorrer esse domingo foram adiadas para 30 de dezembro; em comunicado membros do Conselho “manifestaram esperança de que o atraso permita criação de condições favoráveis para que o povo congolês se expresse livremente" na nova data.

Em comunicado os membros do Conselho de Segurança da ONU pediram a continuação do diálogo e da transparência entre todos os intervenientes políticos na República Democrática do Congo, RD Congo, após o adiamento das eleições presidenciais, parlamentares e provinciais. 

A votação  que aconteceria este 23 de dezembro, foi adiada pela Comissão Nacional Independente Eleitoral da República Democrática do Congo, Ceni, e agora deve ocorrer no dia 30 de dezembro. 

Eleição estava prevista para esse domingo mas foi adiada para o dia 30 de dezembro, by Monusco / Myriam Asmani

Compromisso

Os membros do Conselho reafirmaram seu forte compromisso com a soberania, independência, unidade e integridade territorial da RD Congo. O Conselho também  “manifestou a esperança de que esse atraso permita a criação de condições favoráveis para o povo congolês se expressar livremente” na nova data.

Os membros do Conselho de Segurança pediram ainda que todas as partes se envolvam pacificamente e de forma construtiva no processo eleitoral para garantir eleições transparentes, pacíficas e confiáveis, que resultarão em transferência de poder de acordo com a Constituição congolesa e o Acordo de 31 de dezembro de 2016.

Avião

No comunicado, os membros do Conselho também expressaram suas condolências às famílias das vítimas, incluindo os pilotos russos, após a queda de um avião fretado pela Ceni durante operações de preparação para as eleições. 

Os 15 Estados-membros também expressaram seu apoio aos esforços da Ceni para garantir que todos os preparativos logísticos sejam feitos a tempo para a eleição e reiteraram a disponibilidade da Missão das Nações Unidas na República Democrática do Congo, Monusco, para prestar ajuda se for solicitada.

Inscreva-se aqui para receber notícias da ONU News por email. 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Promotora do TPI preocupada com “crescentes tensões” antes da votação na RD Congo

Fatou Bensouda alerta sobre risco de escalada da violência que pode levar à prática de crimes graves; Escritório de Direitos Humanos defende que insegurança pode minar direitos políticos da população no contexto eleitoral.

Chefe de Direitos Humanos quer fim da violência e de discursos inflamatórios na RD Congo

Protestos marcam campanha eleitoral para as presidenciais deste mês; Michelle Bachelet condena ação de grupos armados em campanhas eleitorais; apelo às forças de segurança é que continuem imparciais.