Campanha quer acabar com poluição por plásticos no mundo começando pela ONU

4 dezembro 2018

Presidente da Assembleia Geral lançou iniciativa em parceria com governos da Antígua e Barbuda e da Noruega; esforços da campanha promovida por María Fernanda Espinosa também serão públicos.

A presidente da Assembleia Geral da ONU, María Fernanda Espinosa, lançou nesta terça-feira uma campanha global contra a poluição por plásticos. O objetivo é aumentar a consciência das pessoas em todo o mundo sobre a questão.

Falando a jornalistas na sede da ONU, em Nova Iorque, Espinosa disse que pretende “usar a capacidade do escritório do presidente da Assembleia Geral para apoiar as campanhas globais em curso para vencer a poluição do plástico.”

Problema

Presidente da Assembleia Geral, María Fernanda Espinosa. , by Foto ONU/Manuel Elias

A responsável lembrou que 80% de todo o plástico descartado acaba nos oceanos. A ONU estima que, até 2050, haverá mais plástico no oceano do que peixes.

A iniciativa foi lançada com o primeiro-ministro de Antígua e Barbuda, Gaston Browne, e a vice embaixadora da Noruega junto das Nações Unidas, Mari Skare.

A Campanha Contra a Poluição Plástica é uma colaboração com o Grupo de Amigos liderado por esses países e outros Estados-membros, bem como a ONU Meio Ambiente e outros parceiros.

Campanha

A iniciativa tem duas partes. Primeiro, ações para reduzir o desperdício de plástico dentro das Nações Unidas e, segundo, advocacia global em conjunto com os Estados-membros e agências da ONU para chegar ao público.

Internamente, o escritório da presidente deve trabalhar em conjunto com o Secretariado prosseguindo os esforços realizados nas operações e instalações da organização.

A campanha deve concentrar-se em políticas que minimizem o uso de plásticos de uso único e aproveitar os esforços de várias instalações, incluindo o Escritório da ONU em Nairóbi, no Quênia.

A nível externo, será realizado um evento em Nova Iorque, na primavera de 2019, para reconhecer personalidades ou grupos que fazem esforços nesta área.

Em abril, também está previsto um evento sobre o tema, em parceria com os governos de Antígua e Barbuda e da Noruega.

Por fim, uma exposição de fotografia será instalada no centro de visitantes da Assembleia Geral da ONU, coincidindo com o Dia Mundial do Meio Ambiente, a 5 de junho.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud