Banco Mundial anuncia investimento de US$ 200 bilhões para ação climática
BR

4 dezembro 2018

Valor será aplicado para alcançar metas do clima entre 2021-2025; objetivo é aumentar apoio para adaptação e resiliência, reconhecendo impactos crescentes da mudança climática em pessoas e meios de subsistência; maior foco é em países em desenvolvimento.

O Banco Mundial anunciou nesta segunda-feira um novo conjunto de metas para o clima para o período entre 2021 e 2025. O investimento duplicou em relação ao atual e deve atingir cerca de US$ 200 bilhões.

O objetivo é apoiar os países a tomarem ações mais ambiciosas em relação ao clima. De acordo com a instituição, o novo plano representa um aumento significativo na ajuda para a adaptação e resiliência além de reconhecer “os crescentes impactos da mudança climática nas vidas e meios de subsistência, especialmente nos países mais pobres”.

Presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, disse que “a mudança climática é uma ameaça existencial para os mais pobres no mundo". Foto: World Bank

Ameaça

O presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, disse que “a mudança climática é uma ameaça existencial para os mais pobres e os mais vulneráveis no mundo.”

Ele acrescentou que as novas metas demonstram a seriedade com que a questão está sendo levada pela instituição, que está se esforçando para “fazer mais e mais rápido” para responder ao problema do clima. Kim fez um apelo para que a comunidade global também faça o mesmo.

Investimentos

Aproximadamente metade dos US$ 200 bilhões serão financiados diretamente pelo Banco Mundial. Espera-se que os outros US$ 100 bilhões venham de um financiamento direto da Cooperação Financeira Internacional, IFC, da Agência Multilateral de Garantia de Investimentos, Miga, e capitais privados mobilizados pelo Banco Mundial.

De acordo com a instituição, o investimento será utilizado em ações que incluem apoio para previsões de alta qualidade, sistemas de alerta precoce e serviços de informação de clima. O objetivo será preparar melhor cerca de 250 milhões de pessoas em 30 países em desenvolvimento para os riscos do clima.

Além disso, os investimentos esperados construirão sistemas de proteção social de resposta ao clima em 40 países. Outras 20 nações devem ter investimentos em setores agrícolas mais sustentáveis.

As novas metas aumentam os investimentos do Plano de Ação Climática de 2016 do Banco Mundial. Em 2018, a instituição forneceu um valor recorde de US$ 20,5 milhões em financiamento para ação climática. O valor foi o dobro do ano anterior ao Acordo de Paris e atingiu a meta para 2020, dois anos antes do previsto.

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

COP24: Guterres apela à ação climática urgente dos líderes mundiais

Secretário-geral da ONU pede mais rapidez e maior compromisso político; ONU quer Acordo de Paris implementado de imediato; Nações Unidas apelam à mobilização da comunidade internacional para financiar economia verde.

Guterres aplaude compromisso do G20 em combater mudanças climáticas

Guterres destaca apoio à Agenda 2030; G20 prometeu utilizar ferramentas políticas para promover crescimento; países concordamna importância da Organização Mundial do Comércio.