Refugiados rohingya usam lenha equivalente a quatro campos de futebol por dia em Bangladesh

27 novembro 2018

Agência da ONU lançou campanha para distribuir fogões a gás para esta comunidade no país anfitrião; programa espera ajudar pelo menos 60 mil famílias até o final do ano.

A Agência das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, lançou uma campanha para distribuir fogões a gás para os refugiados Rohingya no Bangladesh.

O objetivo é fornecer meios seguros para as famílias cozinharem e para combater o desflorestamento em áreas próximas dos acampamentos

Desmatamento

O programa em grande escala quer chegar a todas as famílias refugiadas nas áreas em que o Acnur opera. Algumas famílias mais pobres das comunidades de acolhimento também serão beneficiadas.

O programa espera ajudar pelo menos 60 mil famílias até o final do ano.

Refugiados e muitas comunidades de acolhimento dependem quase exclusivamente de lenha para cozinhar. Estima-se que pelo menos 700 toneladas de madeira, o equivalente a quatro campos de futebol, sejam cortadas todos os dias para ser usada como lenha.

Ajuda

O Acnur tem ajudado a reduzir o impacto ambiental, fornecendo rações de arroz já cozido para 95 mil famílias de refugiados, mas tem sido insuficiente para evitar o desmatamento.

Os refugiados também irão receber formação sobre como usar os fogões e o direito a recargas regulares de gás, que serão distribuídas todos os meses.

Desde agosto do ano passado, mais de 725 mil pessoas abandonaram Mianmar e encontraram refúgio no Bangladesh.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud