Em Genebra, presidente da Assembleia Geral defende criação de empregos
BR

23 outubro 2018

María Fernanda Espinosa lembra que mundo precisa gerar 600 milhões de novos postos de trabalho até 2030 para atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável; representante falou ao Fórum de Investimento Global, em Genebra, em sua primeira visita oficial desde que assumiu o posto.

As Nações Unidas juntam centenas de representantes em Genebra, no Fórum Mundial de Investimentos. Este ano é celebrado o aniversário de 10 anos do evento.

Na conferência que decorre até sexta-feira, a presidente da Assembleia Geral da ONU afirmou que o mundo precisa de parcerias para criar 600 milhões de novos postos de trabalho até 2030.

Sucesso

María Fernanda Espinosa fez a declaração durante o Fórum de Investimento Global 2018, realizado em Genebra, pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, Unctad. Segundo a presidente, o mundo deve investir de US$ 5 a US$ 7 trilhões para criar esses empregos.

No encontro, do qual participam líderes e investidores internacionais, María Fernanda Espinosa lembrou que a cooperação dos setores público e privado é fundamental para o sucesso da Agenda 2030.

Para a chefe da Assembleia Geral, é preciso ainda fazer investimentos claros na força de trabalho e no trabalho decente. Para Espinosa, dar autonomia a mulheres e jovens é um elemento chave para o desenvolvimento econômico e para garantir a paz e a segurança.

 

 

Obrigação moral

Ela citou ainda a importância de investimentos para avançar com a proteção ambiental e a ação climática, e disse que o mundo tem uma obrigação moral de proteger os direitos de bilhões de pessoas ao redor do globo.

Espinosa lembrou que 10% da população mundial vivem com menos de US$ 1,90 por dia, e que esta situação é inaceitável. Mais de 3 mil pessoas de 150 países já participaram no Fórum Mundial de Investimentos em edições realizada em Gana em 2008, na China em 2010, no Catar em 2012, na Suíça em 2014 e no Quênia em 2016.

A viagem a Genebra é a primeira visita oficial de María Fernanda Espinosa desde que assumiu o posto em 17 de setembro.

Nesta terça-feira, ela fala a jornalistas na sede da ONU em Genebra. Da cidade suíça,  María Fernanda Espinosa embarca para o Vaticano, onde participa de um evento sobre trabalho decente, e deve ser recebida, num encontro separado, em audiência com o Papa Francisco.

Banco Mundial/ Ivelina Taushanova
Espinosa citou a importância de investimentos para avançar com a proteção ambiental e a ação climática.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud