Cerca de 10 milhões de pessoas estão subnutridas na Coreia do Norte

Trabalhadora humanitária prepara refeição para crianças financiada pelo PMA em Hwanghae Sul, na Coreia do Norte.
PMA/Silke Buhr
Trabalhadora humanitária prepara refeição para crianças financiada pelo PMA em Hwanghae Sul, na Coreia do Norte.

Cerca de 10 milhões de pessoas estão subnutridas na Coreia do Norte

Direitos humanos

Programa Mundial de Alimentos disse que 73% do seu orçamento para o país asiático ainda não está financiado; uma em cada cinco crianças tem problemas de crescimento devido à subnutrição crónica.

A situação humanitária da Coreia do Norte continua grave, com insegurança alimentar crónica e subnutrição generalizada, alertou esta terça-feira o Programa Mundial de Alimentos, PMA.

Falando aos jornalistas em Genebra, na Suíça, o porta-voz do PMA, Herve Verhoosel, disse que a agência da ONU precisa de maior financiamento para suas operações no país asiático.

Financiamento

Segundo ele, o PMA tem um défice de 73% no seu orçamento para este ano, prejudicando programas importantes como o apoio nutricional para crianças.

Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un.
Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un. , by Inter-Korean Summit Press Corps

Esforços diplomáticos continuam sendo feitos para resolver a situação na Península Coreana, mas Verhoosel avisou que "não se deve esperar pelo progresso diplomático para aliviar o sofrimento de milhões de pessoas.” Segundo ele, “os fundos são urgentemente necessários agora".

O porta-voz explicou que "qualquer doação recebida hoje levará pelo menos seis meses a chegar às pessoas que precisam, devido ao tempo necessário para comprar e transportar alimentos".

Progresso

A falta de financiamento pode reverter os pequenos ganhos que foram feitos na nutrição de mães e crianças nos últimos quatro anos, graças a esforços conjuntos das agências humanitárias. Os fundos limitados já provocaram a suspensão de operações de apoio a comunidades atingidas por desastres.

O PMA precisa de US$ 15,2 milhões nos próximos cinco meses para evitar cortes adicionais em programas que ajudam a alimentar cerca de 650 mil mulheres e crianças todos os meses.

Em todo o país, mais de 10 milhões de pessoas, perto de 40% da população, estão subnutridas e precisam de apoio. Uma em cada cinco crianças tem problemas de crescimento à subnutrição crónica.

A Coreia do Norte também é vulnerável a desastres naturais, como secas e inundações, que afetam a produção agrícola e meios de subsistência.