Guterres diz que ONU está pronta para ajudar Haiti depois de terremoto

7 outubro 2018

Segundo agências de notícias, desastre natural deixou pelo menos 11 pessoas mortas e mais de 100 feridas; secretário-geral ofereceu condolências ao povo e ao governo do país.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, ofereceu este domingo as suas condolências ao povo e ao governo do Haiti e disse que as Nações Unidas estão prontas para ajudar com a resposta ao terremoto.

O noroeste do país foi atingido por um terremoto de magnitude 5,9 durante a noite de sábado.

Ajuda

Em nota publicada pelo seu porta-voz, o chefe da ONU disse estar “triste ao saber da trágica perda de vidas e ferimentos causados pelo terremoto no noroeste do Haiti em 6 de outubro".

O desastre natural, que, de acordo com a imprensa, aconteceu no sábado, perto de Port-de-Paix, na costa norte do Haiti, deixou pelo menos 11 pessoas mortas e mais de 100 feridas.

Tremores foram supostamente sentidos na capital haitiana, Port-au-Prince, bem como na vizinha República Dominicana e no leste de Cuba.

Condolências

Na nota, o chefe da ONU estendeu as suas condolências às famílias das vítimas e ao governo do Haiti, dizendo que “as Nações Unidas estão prontas para apoiar o governo do Haiti nos esforços de resposta”.

Este é o terremoto mais forte que atingiu o Haiti desde 2010, quando a pequena nação foi arrasada por um tremor de magnitude 7,3, que afetou cerca de três milhões de pessoas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud