Trump diz que EUA estão comprometidos em tornar ONU mais eficaz

25 setembro 2018

Presidente norte-americano discursou no debate de Alto Nível da Assembleia Geral da ONU; grandes temas da intervenção foram soberania, migração, comércio internacional, Irão e Coreia do Norte.  

 

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse esta terça-feira que o seu país está comprometido em tornar a ONU mais eficaz.

Como chefe de Estado do país anfitrião, Trump discursou no primeiro dia do debate de Alto Nível da Assembleia Geral da ONU.

Soberania

Sobre as Nações Unidas, Trump falou sobre o Pacto Global de Migração, que está a ser negociado entre os estados-membros, e explicou as razões pelas quais o seu país não fará parte.  O líder norte-americano justificou também a decisão da sua administração em sair do Conselho de Direitos Humanos e do Tribunal Penal Internacional.

Donald Trump participa na Assembleia Geral pela segunda vez. , by Foto ONU/Cia Pak

Trump disse que os Estados Unidos vão sempre escolher a sua soberania em vez de um governo global. O líder norte-americano também afirmou que não vai dizer a nenhum país como deve gerir os seus assuntos internos.

O chefe de Estado norte-americano afirmou que os países devem “proteger a sua soberania e estimada independência acima de tudo.” Segundo ele, quando isso acontece, “encontrarem-se novos caminhos para a cooperação”.

Coreia do Norte e Irão

Sobre a Coreia do Norte, Trump elogiou o seu líder, Kim Jong-un, “pela sua coragem e pelos passos que tomou”. Trump acrescentou que as sanções impostas ao país vão continuar até o fim do seu programa nuclear.

Trump também falou sobre várias crises no Médio Oriente, dizendo que a guerra do Iêmen era "horrível" e destacando a situação no Irão.

O presidente dos EUA afirmou que o país “é o maior patrocinador mundial de terrorismo”, anunciou novas sanções para o país a partir de 5 de novembro e disse que mais estão sendo preparadas.

Trump também pediu às outras nações que se juntem aos Estados Unidos para “isolar o regime do Irão e apoiar as pessoas a recuperar o seu destino religioso e de direito”.

Donald Trump vai presidir a um encontro do Conselho de Segurança sobre o país esta quarta-feira.

Comércio

Trump também falou sobre comércio internacional, defendendo as tarifas que tem implementado contra a China e a tentativa de negociar novos acordos com o México e Canadá.   

Sobre a crise na Venezuela, o líder anunciou novas sanções dirigidas contra o presidente Nicolas Maduro e algumas pessoas próximas dele.

Trump disse que "todas as nações do mundo devem resistir ao socialismo e à miséria que traz para todos". 

Veja aqui o discurso, na integra, em inglês:

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud