Crianças desenham seus espaços públicos em bairros em Moçambique

10 agosto 2018

O projeto Espaços Públicos para Crianças envolve 30 participantes no processo participativo de requalificação dos espaço públicos; menores partilham experiências e opiniões sobre a infância na cidade; objetivo é  moldar cidades e comunidades adequadas.

Durante dois dias, 30 crianças de duas escolas de Maputo, capital de Moçambique, receberam treinamento sobre o processo de planeamento de forma lúdica, pedagógica e interativa.

Objetivo do projeto da UN-Habitat é moldar cidades e comunidades adequadas, by ONU News/Ouri Pota

A iniciativa é do Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos, ONU-Habitat e tem como objetivo moldar cidades e comunidades adequadas. Chiara Tomaselli, coordenadora do projeto na ONU Habitat fala da metodologia do treinamento.

Computador

“As próprias crianças estão a trabalhar em grupo para desenhar este espaço público. Como fazemos isso? Com um jogo no computador que se chama “Minecraft”. A ideia deste jogo são como blocos de construção,então, as crianças estão a juntar estes blocos para construir os espaços que eles querem.”

Os resultados desta oficina foram apresentados, durante o fim de semana, em Maputo. A ONU News ouviu alguns participantes como Berta Arnaldo Massango. Ela tem 13 anos e estuda na Escola Secundária Noroeste 2. Berta explicou o projeto.

“Fizemos um jardim e ao lado uma biblioteca, porque nem todas escolas têm biblioteca, não são todos que têm livros, então nós decidimos fazer uma biblioteca para os que lá forem fazerem os trabalhos que têm.

Treinamento

Filos Mouzinho também participa do treinamento. Tem 15 anos e é aluno da  Escola Secundária Mateus Sansão Muthemba.  Em nome do grupo fala da escolha de uma biblioteca para seu projeto.

 “Escolhemos fazer uma biblioteca com um espaço que tem jardim. No espaço do jardim, colocamos uma mesa com quatro cadeiras onde os alunos podem ir à biblioteca requisitar o livro e se sentarem no jardim, reverem o livro e depois devolver o livro à biblioteca.

Já Vanessa Maria Estevão, membro da arquitetura“sem fronteira”, elogiou a iniciativa da ONU-Habitat.

As crianças estavam mesmo à espera desta oportunidade para poderem expôr as ideias deles, porque eles tem muitas coisas que eles queriam ver no espaço, tivessem no bairro, só não tinham onde dizerem, então encontraram uma oportunidade para poderem se expressar.” 

Oficina

O objetivo da oficina é o envolvimento das crianças em um processo participativo de requalificação de um espaço público localizado no bairro Maxaquene “D”, na cidade de Maputo em Moçambique.

A oficina ocorre no âmbito da implementação do Projecto “Espaços Públicos para Crianças” pelo Município de Maputo, o Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos, ONU-Habitat, o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef e a Plataforma de Desenvolvimento de Maxaquene.

 

 

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud