Plano quer combater pobreza que afeta 48% de pessoas nas Américas
BR

26 julho 2018

Três agências da ONU, FAO, Ifad e PMA, querem usar experiências, capacidades e recursos para cumprir ODSs; mais de 42,5 milhões de pessoas estão subnutridas nessa região.

Haiti, Guatemala e Colômbia devem beneficiar-se de um novo plano assinado esta semana por três agências das Nações Unidas.

A meta é erradicar a pobreza, a fome, promover o desenvolvimento rural e agrícola além de prevenir e gerenciar desastres naturais na região com mais de 42,5 milhões de pessoas subnutridas.

Guatemala (nesta foto), Haiti e Colômbia devem beneficiar-se de um novo plano assinado esta semana por três agências das Nações Unidas., by Foto ONU/F. Charton

Experiência

Pelo menos 5,9 milhões de crianças sofrem de desnutrição crônica e outros 3,7 milhões estão com sobrepeso nesses países.

A iniciativa envolve a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, do Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola, Ifad, e do Programa Mundial de Alimentos, PMA.

Juntas, as agências, com sede em Roma, querem aliar sua experiência, capacidades e recursos para enfrentar os desafios para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODSs.

Desafios e Oportunidades

Um dos alvos do plano é conter a fome e a pobreza que afetam 48% da população rural da América Latina e do Caribe. Cerca de 27% da população urbana enfrenta o problema, em particular pequenos produtores, mulheres rurais, povos indígenas e  afrodescendentes.

Esta semana, as agências fecharam um novo acordo regional que completa o que foi firmado no início de junho em Roma.

Neste momento, é elaborado um informe sobre experiências em projetos compartilhados e suas melhores práticas na região. A meta é identificar desafios e oportunidades além de maximizar a cooperação e a prestação de contas.

Um dos marcos da colaboração da FAO, do Ifad, e do PMA foi a participação a só voz no Fórum dos Países das Américas. O grupo de agências entregou uma declaração conjunta à Comissão Económica da ONU para a América Latina e Caribe, Cepal.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud