Dicas da OMS ajudam a enfrentar onda de calor na Europa
BR

24 julho 2018

Agência da ONU sugere mais hidratação, escolha de roupas e alimentos adequados para a estação; esta semana, termômetros marcaram 40º Celsius em várias partes do continente.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, lançou esta terça-feira um alerta sobre uma onda de calor, considerada a mais intensa da Europa nos últimos anos.

Segundo agências de notícias, a Suécia já pediu apoio internacional para combater incêndios florestais que ocorrem desde a semana passada. Em várias áreas da Europa, as temperaturas chegam a 40º Celsius.

Twitter da Organização Meteorológica Mundial, OMM, diz que chuva e temperaturas extremas marcaram este mês de julho.

Desastre

No Reino Unido, os serviços de meteorologia recomendam que as pessoas fiquem longe do sol quente esta semana.

Na Grécia, pelo menos 60 pessoas morreram em incêndios florestais ocorridos em Ática, que fica na capital Atenas. Os incêndios são o pior desastre natural na Grécia em mais de uma década. Pelo menos 150 pessoas ficaram feridas. 

A OMS recomenda ainda que as pessoas tomem banho frio, mantenham-se hidratadas, usem roupas leves e confortáveis feitas de materiais naturais. Para se proteger do sol também é bom usar chapéus ou bonés de abas largas e óculos escuros.

Pequenas refeições

E as dicas continuam: roupas de cama e lençóis também devem ser leves e sem o uso de almofadas ou travesseiros para evitar o acúmulo de calor. Ingerir água regularmente evitar álcool, cafeína e açúcar ajudam a manter a hidratação.

E na hora da refeição, opte por pequenas porções e com mais frequência.

Enquanto durar o calor intenso, a OMS recomenda que os europeus evitem uma dieta muito rica em proteínas.

Apresentação: Monica Grayley.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud