Guterres diz que resgate de caverna é "exemplo de solidariedade internacional que inspira todos"

10 julho 2018

Secretário-geral da ONU escreveu uma mensagem  no Twitter sobre o salvamento de 12 jovens e o seu treinador de uma gruta na Tailândia. Segundo agências de notícias, os últimos três jogadores e o seu treinador foram resgatados esta terça-feira.

O secretário-geral da ONU disse na terça-feira, numa mensagem no Twitter, que o resgate de um grupo de 13 jovens tailandeses de uma caverna é "um exemplo de solidariedade internacional que nos inspira a todos".

Afirmando que "é um alivio para os meninos e as suas familias", Guterres deu os parabéns à "equipa corajosa" que conduziu o resgate.

Chuvas

Na terça-feira, agências de notícias confirmarem o resgate de todos os 12 jogadores e o treinador do grupo.

No mesmo dia, a porta-voz da Organização Meteorológica Mundial, OMM, Claire Nullis, disse que fortes chuvas previstas para o norte da Tailândia acabaram por não acontecer durante o resgate.  

Nullis explicou que este mês “é o princípio da época das monções na Tailândia”.

Ela disse que olhou para a previsão meteorológica para a região de Chiang-Rai, onde fica a gruta, todos os dias na última semana. Segundo ela, “todos os dias mostravam, de forma consistente, o risco de chuvas fortes, e até agora, felizmente, não se materializaram”.

Resgate

O grupo de 12 meninos, com idades entre os 11 e 16 anos, e o seu treinador, de 25 anos, ficou preso durante passeio quando a caverna ficou alagada, segundo agências de notícias.

Eles foram encontrados passados nove dias, em um lugar de difícil acesso. Nos últimos três dias, foram sendo retirados por um grupo de mergulhadores com ajuda internacional.

Os jovens e o treinador estão hospitalizados e deverão ficar sob observação durante alguns dias para evitar o risco de infeções, informam várias agências.

 

Apresentação: Alexandre Soares