Guterres pede fim imediato da escalada militar no sudoeste da Síria
BR

22 junho 2018

Em comunicado divulgado pelo seu porta-voz, secretário-geral da ONU destaca que ataques recentes causaram o desalojamento de milhares de civis, sendo que a maioria segue para a fronteira com a Jordânia.

O secretário-geral da ONU está muito preocupado com a recente escalada militar no sudoeste da Síria. Ataques em terra e bombardeios aéreos resultaram no deslocamento de milhares de civis, sendo que a maioria segue em direção à fronteira com a Jordânia.

Em um comunicado divulgado pelo seu porta-voz na noite desta sexta-feira, António Guterres afirma que essas ofensivas causam grandes riscos para a segurança da região.

Fragilidade

Segundo Guterres, a situação dos civis do sul da Síria já é frágil, por isso ele pede o fim imediato da escalada militar e faz um apelo aos lados envolvidos no conflito para que respeitem os civis.

O chefe da ONU lembra que acordos de cessar-fogo levaram uma relativa calma ao sudoeste da Síria no último ano e faz um apelo por contenção da violência. 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud