Número de mortos pelo vulcão na Guatemala sobe para 99
BR

8 junho 2018

Cerca de 60 especialistas da ONU e parceiros já estão no país para prestar assistência; Agência da ONU para Refugiados, Acnur, diz que número de pessoas em abrigos está a aumentar.

A erupção do vulcão Fuego, na Guatemala, já afetou mais de 1,7 milhão de pessoas. Até o momento, foram registradas 99 mortes. Mais de 12 mil pessoas tiveram que ser evacuadas desde o domingo, quando o vulcão entrou em atividade.

Pelo menos 197 pessoas estão desaparecidas.

Abrigos

A informação é da Agência da ONU para Refugiados, Acnur. Uma equipe do Acnur está assistindo com abrigos que já receberam 4 mil pessoas.

O Acnur afirmou que é preciso melhorar os serviços de saneamento e criar espaços seguros para crianças e mulheres. Além disso, há latrinas insuficientes para atender todas as pessoas.

Uma Equipe de Coordenação Humanitária, que inclui 60 especialistas de agências da ONU e outros parceiros, chegou ao país na terça-feira.

Segundo o porta-voz do secretário-geral da ONU, Stephane Dujarric, o grupo já completou uma avaliação das necessidades em Escuintla, a zona mais afetada pela erupção.

Dujarric disse que os especialistas auxiliam o governo na resposta humanitária com apoio psicossocial, kits de higiene, colchões, cobertores e outros itens.

Abrigo Simon Bergano Villegas Berga, em Escuintla, na Guatemala, recebe pessoas deslocadas pelo vulcão Fuego.
Pnud/Fernanda Zelada Rosal
Abrigo Simon Bergano Villegas Berga, em Escuintla, na Guatemala, recebe pessoas deslocadas pelo vulcão Fuego.

Solidariedade

Na segunda-feira, o secretário-geral da ONU afirmou que está “profundamente triste” com a trágica perda de vidas e o enorme dano que o vulcão causou ao país.

Testemunhas disseram que alguns vilarejos perto do local de erupção teriam sido soterrados por cinzas, lama e pedras.

António Guterres expressou condolências às famílias das vítimas, ao governo e ao povo da Guatemala. Ele desejou ainda uma pronta recuperação aos feridos.

Apresentação: Monica Grayley.

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud