ONU “profundamente triste” com mortes por erupção de vulcão na Guatemala BR

Secretário-geral, António Guterres.
ONU/Eskinder Debebe
Secretário-geral, António Guterres.

ONU “profundamente triste” com mortes por erupção de vulcão na Guatemala

Assuntos da ONU

Em nota, secretário-geral expressou condolências às famílias das vítimas, ao governo e ao povo do país latino-americano.

As Nações Unidas expressaram sua solidariedade com a Guatemala após a morte de dezenas de pessoas com a erupção do vulcão El Fuego, no domingo.

Segundo agências de notícias, pelo menos 25 pessoas perderam a vida e mais de 40 estão desaparecidas.

Vilarejos

Em nota, o secretário-geral da ONU afirmou que está “profundamente triste” com a trágica perda de vidas e o enorme dano que o vulcão causou ao país.

Fuego, está localizada a 40 km ao sudoeste da Cidade de Guatemala, capital do país.

Testemunhas disseram que alguns vilarejos perto do local de erupção teriam sido soterrados por cinzas, lama e pedras que resultaram de mais de 16 horas de atividade do vulcão.

António Guterres expressou condolências às famílias das vítimas, ao governo e ao povo da Guatemala. Ele desejou ainda uma pronta recuperação aos feridos.

O chefe da ONU afirmou que a organização está pronta para apoiar o serviço nacional de defesa pública nos trabalhos de resgate e socorro.

Apresentação: Monica Grayley