FMI diz que negociações com Argentina estão “bem avançadas” BR

Presidente argentino, Mauricio Macri
ONU
Presidente argentino, Mauricio Macri

FMI diz que negociações com Argentina estão “bem avançadas”

Desenvolvimento econômico

Fundo Monetário Internacional emitiu nota nesta segunda-feira após solicitação do governo de Mauricio Macri para que o órgão financeiro apoie o plano econômico do país sul-americano.

As conversações entre o Governo da Argentina e o Fundo Monetário Internacional estão numa etapa “avançada”, segundo informações do diretor do Departamento do Hemisfério Ocidental do FMI.

Em nota, emitida nesta segunda-feira, Alejandro Werner, confirmou o pedido da Argentina para que o órgão apoie o plano econômico do país.

Resposta

Werner contou que os técnicos do FMI têm mantido “um diálogo construtivo” em resposta à solicitação de suporte financeiro realizada pelo governo do presidente argentino Mauricio Macri.

O diretor do Fundo também afirmou que a cooperação com a Argentina será guiada pelas prioridades do governo. Será dada ainda uma atenção especial à proteção social das camadas mais frágeis da população, além de reforçar a economia local.

O FMI citou as recentes turbulências do mercado financeiro como uma das causas para as dificuldades enfrentadas no contexto argentino.

Imagem
Christine Lagarde. Foto: FMI/Stephen Jaffe

Meta

De acordo com agências internacionais, o presidente argentino, Mauricio Macri, conversou, no início de maio, com a diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde, sobre o pedido ao órgão.

A proposta argentina é de reforçar o crescimento e desenvolvimento do país evitando eventuais crises.

No ano passado, a inflação argentina foi de 25%. Este ano, o Banco Central do país fixou uma meta de 15%.

Apresentação: Monica Grayley