ONU pede calma após protestos violentos na capital do Mali
BR

2 junho 2018

Em nota, secretário-geral informou acompanhar, com preocupação, relatos sobre violência em demonstrações organizadas por partidos de oposição ao governo maliano; manifestantes ocorreram em Bamako, sede do governo.

As Nações Unidas pediram calma e moderação a todas as partes no Mali, que foi alvo de protestos de rua contra o governo neste sábado.

Em nota, o secretário-geral da ONU, António Guterres, disse que está acompanhando com preocupação a situação e apelou a líderes políticos e à sociedade civil que optem pelo diálogo. 

Eleições

Guterres acredita ser este o caminho para levar à realização de eleições transparentes, e afirmou que a ONU está pronta para apoiar uma resolução pacífica.
 

Minusma/Harandane Dicko
Soldados de paz da Minusma.

O chefe da ONU visitou o Mali, no fim de maio, e mostrou-se animado com os avanços na implementação do Acordo de Paz e Reconciliação. Ele disse esperar que o que chamou de uma “dinâmica positiva” continue com as eleições em clima de paz.

António Guterres lamentou a proibição imposta pelo governo de manifestações por partidos políticos de oposição.

Ele pediu ao governo maliano que proteja os direitos humanos fundamentais sobre a liberdade de expressão e de protestos pacíficos mesmo que num estado de emergência.
 
 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud