Dia Mundial das Aves Migratórias destaca ameaça das espécies e clima

12 maio 2018

Festejos realçam união de vários corredores do tipo de pássaros; secretário-geral quer medidas de conservação para garantir que aves e seres humanos continuem a viver.

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, disse que as aves migratórias juntam pessoas, ecossistemas e nações, além de serem “símbolos de paz e de um planeta interconectado”.

A declaração foi feita por ocasião do Dia Mundial das Aves Migratórias, assinalado este sábado. A comemoração também acontece no segundo sábado de outubro.

Ecossistemas

Para Guterres, as jornadas das aves migratórias “inspiram pessoas de todas as idades, em todo o mundo. ”

Para o chefe da ONU, a data é uma “oportunidade para celebrar a grande maravilha natural da migração de aves”, mas também para lembrar que “esses padrões e ecossistemas, em todo o mundo, estão ameaçados pelas alterações do clima.”

O pedido de Guterres aos governos e seus cidadãos é que tomem “medidas de conservação que ajudarão a garantir a sobrevivência das aves e dos seres humanos”. 

Para Guterres, as jornadas das aves migratórias “inspiram pessoas de todas as idades, em todo o mundo. ”
FAO/ONCFS
Para Guterres, as jornadas das aves migratórias “inspiram pessoas de todas as idades, em todo o mundo. ”

Identidade

Este ano, os festejos da data destacam a união dos corredores de aves migratórias: o Africano e Euroasiático, do Leste Asiático e Australasiático e das Américas.

Sob o lema “Unificando as nossas vozes para a Conservação das Aves”, o foco das comemorações é desenvolver a nova identidade e a necessidade de informar e aprender sobre as rotas migratórias.

Apresentação: Daniela Gross

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud