Cerca de 200 mil crianças aprendem em ambientes militarizados na Ucrânia

4 maio 2018

Unicef revela que cerca de 700 escolas foram destruídas em quatro anos do conflito no leste; agência visitou jardins de infância ou escolas próximas de acampamentos de grupos militares e armados.

 

Pelo menos 200 mil crianças aprendem em ambientes militarizados marcados por confrontos violentos e perigos de artefatos não detonados da guerra no leste da Ucrânia. O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, revela que os quatro anos de conflito foram arrasadores para o sistema de ensino do país, que perdeu cerca de 700 escolas.

 A representante do Unicef na Ucrânia, Giovanna Barberis, afirmou que as crianças aprendem em edifícios com “buracos de balas nas paredes e sacos de areia nas janelas”, abrigados em porões e com estilhaços em pátios. Ela disse que o sistema de ensino no leste da Ucrânia está sob fogo cruzado e que “todos os lados do conflito devem respeitar as leis humanitárias internacionais e garantir que as escolas sejam locais seguros para as crianças aprenderem. ”

Perigos

Os perigos enfrentados pelas crianças incluem a proximidade de locais militares, como bases, instalações de armazenamento e pontos de verificação de segurança com escolas e creches nos dois lados da linha de contato.  O limite divide as áreas governamentais das que não são controladas pelo governo e das áreas onde os combates são mais severos.

Em pelo menos oito casos, a agência observou grupos militares e armados a 500 metros de um jardim de infância ou escola. Neste ano letivo, o Unicef esteve em seis edifícios escolares ocupados ou usados por grupos militares ou armados.

Unicef/Gilbertson VII Photo
O Unicef recebeu apenas 15% dos US$ 23,6 milhões que precisa para fornecer ajuda humanitária urgente na Ucrânia.

 Ajuda humanitária

A agência recebeu apenas 15% dos US$ 23,6 milhões que precisa para fornecer ajuda humanitária urgente aos afetados pelo conflito no leste da Ucrânia este ano. O Unicef oferece apoio psicossocial e educa sobre risco de minas a centenas de milhares de crianças, jovens e seus responsáveis.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud