Conselho de Segurança visita campos de refugiados rohingya

30 abril 2018

Embaixadores prometeram continuar a procurar uma solução para as dificuldades deste povo; comitiva segue na segunda-feira para Mianmar.

Uma delegação do Conselho de Segurança visitou este domingo os campos de refugiados rohingya de Konarpara e Kutupalong, em Cox’s Bazar, no Bangladesh.

A confirmação é do Centro de Informação das Nações Unidas de Daca, no Bangladesh, onde a comitiva chegou este domingo.

Esforços

Segundo o Unic Daca, “a delegação interagiu com os refugiados rohingya” e “garantiu que não vai parar com os seus esforços para encontrar uma solução digna e duradoura que permita o seu regresso a Mianmar, apesar de não ser possível resolver a crise durante a noite.”

A comitiva, que inclui representantes dos 15 Estados-membros do Conselho, participou este domingo num jantar oferecido pelo ministro dos Negócios Estrangeiros do Bangladesh.

Na segunda-feira, os delegados vão participar numa coletiva de imprensa, e seguem depois para Mianmar.

Caroline Gluck/Acnur
O campo de Kutupalong é considerado o maior do mundo,

Crise

Desde agosto de 2017, mais de 671 mil refugiados rohingya deixaram Mianmar por conta da violência e buscaram segurança em Bangladesh.

A ONU calcula que cerca de 100 mil pessoas corram risco de vida devido a deslizamentos de terra e cheias nos próximos meses.

Em março, a ONU lançou o seu plano conjunto de resposta para os refugiados rohingya. As agências da ONU estão a pedir US$ 951 milhões para ajudar 1,3 milhões de pessoas.

Apresentação: Alexandre Soares

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud