Bloomberg doa US$ 4,5 milhões à ONU para combater mudança climática

22 abril 2018

Gesto do ex-prefeito de Nova Iorque foi elogiado pelo secretário-geral que disse  marcar liderança na ação global sobre o tema; anúncio ocorre após corte de US$ 7,5 milhões para US$ 3 milhões em 2018, feito pelo Congresso dos Estados Unidos.

O filantropo e ex-prefeito de Nova Iorque, Michael Bloomberg, prometeu doar este ano US$ 4,5 milhões à ONU para compensar o déficit de fundos causado pela saída do Estados Unidos do Acordo de Paris sobre mudança climática.

Bloomberg disse ao programa de TV "Face the Nation", da rede americana CBS, que "os Estados Unidos assumiram um compromisso e, como americanos, se o governo não o fizer, todos têm essa responsabilidade".

Congresso

Um comunicado da Bloomberg Filantropias destaca o anúncio de corte pelo Congresso de US$ 7,5 milhões para US$ 3 milhões nos fundos destinados este ano à Convenção-Quadro da ONU sobre a Mudança Climática, Unfccc.

O secretário-geral, António Guterres, reagiu à contribuição através da sua conta no Twitter. Ele destaca que está "muito grato a Michael Bloomberg, não só pelo seu generoso apoio às Nações Unidas, mas também pela sua liderança global na ação climática".

Relembre esse vídeo do secretário-geral falando sobre mudança climática

 

Meta 

O tema também mereceu a reação da secretária executiva da Unfccc, Patrícia Espinosa. Para ela, "quando os países adotaram o histórico Acordo de Paris para limitar o aumento da temperatura global, eles também reconheceram que atingir essa meta exigiria ampla ação climática global nos setores, público e privado".

Para Espinosa, a oferta reforça a capacidade da ONU para apoiar os países em desenvolvimento" e permite um "maior alcance estratégico para promover a ação climática entre as partes interessadas que incluem cidades, regiões, empresas e sociedade civil".

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud