Colaboração científica no Sul marca o último dia do Encontro Regional da Cimeira Mundial da Saúde

20 abril 2018

Encontro em Portugal reuniu mais de 100 prestigiados investigadores e profissionais da saúde; Moçambique realça importância da cooperação para combater doenças tropicais negligenciadas.

Encontro em Portugal reuniu mais de 100 prestigiados investigadores e profissionais da saúde; Moçambique realça importância da cooperação para combater doenças tropicais negligenciadas.

A colaboração científica, a partilha de conhecimento e a qualidade da pesquisa clínica na África Subsaariana são os principais temas de discussão do último dia do Encontro Regional da Cimeira Mundial da Saúde, que decorre na cidade portuguesa de Coimbra.

Desde quinta-feira, mais de mil participantes de 40 países procuram encontrar formas de melhorar a saúde nos países de rendas média e baixa especialmente em nações de língua portuguesa em África.

Desenvolvimento

Falando à ONU News, o alto representante de Moçambique para a Parceria entre a Europa e os Países em Desenvolvimento para a Realização de Ensaios Clínicos, Leonardo Simão, destacou a importância da cooperação entre os países no combate às doenças tropicais negligenciadas.

“É um momento especial para encorajar maiores colaborações entre os países do Norte e do Sul, mas também entre as instituições do Sul entre si e do Norte entre si, para trabalhar em conjunto para procurarem soluções eficazes para essas doenças”.

Profissionais

Leonardo Simão assinalou que o estabelecimento de colaborações frutíferas é um dos maiores desafios que os países em desenvolvimento enfrentam para continuarem na luta contra algumas doenças mais debilitantes do mundo.

A reunião, que trouxe a Portugal alguns dos mais prestigiados investigadores e profissionais das mais variadas áreas, conta com mais de uma centena de intervenientes em diversos painéis.

Diplomacia

Também estão presentes Ministros da Saúde da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp, que no primeiro dia debateram o papel das relações diplomáticas na Saúde Global.

A gestão de doenças infecciosas, a biologia circadiana e medicina personalizada, as bases para os cuidados de saúde e inovação após conflitos armados, a educação biomédica, a redução da mortalidade materno infantil são alguns dos temas. O Encontro trata ainda da resposta ao HIV/Aids, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e a medicina digital entre outros temas.

Participam do evento várias agências da ONU incluindo a OMS e o Unfpa.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud