Em Genebra, Guterres participa de evento com doadores para o Iêmen

3 abril 2018

Encontro de alto nível pretende arrecadar fundos para aliviar a crise humanitária no país em conflito desde 2015; reunião é organizada pela ONU, pela Suécia e pela Suíça.

As Nações Unidas realizam nesta terça-feira, em Genebra, uma reunião de apoio à resposta humanitária ao Iêmen, onde 22,2 milhões de pessoas precisam de ajuda urgente. O número equivale a 75% da população iemenita.

O secretário-geral, António Guterres, participa do evento de alto nível, onde deve discursar. Ainda em Genebra, Guterres terá reuniões bilaterais.

Apelo

O evento com doadores para o Iêmen está sendo organizado pela ONU, pela Suécia e pela Suíça.

Este ano, as Nações Unidas e os parceiros humanitários lançaram um apelo internacional de US$ 2,96 bilhões para levar assistência aos iemenitas, que enfrentam um conflito desde 2015.

Os combates pioraram as condições de pobreza da população, que segundo especialistas sofre as consequências da pior crise humanitária do mundo.

As redes de saúde e educação do país, assim como serviços básicos de infraestrutura foram destruídos pelo conflito.  Surtos de cólera e difteria também agravam a situação de muitos iemenitas que enfrentam ainda a crise econômica.

Risco

Desde o início deste ano, mais 3,4 milhões de pessoas no Iêmen passaram à lista de ajuda urgente.

O Escritório de Assistência Humanitária da ONU, Ocha, estima que 17,8 milhões de pessoas no país estejam sofrendo com insegurança alimentar. Deste total, 8,4 milhões correm risco de morrer de fome.

Com o evento, a ONU e seus parceiros esperam alertar para a crise e receber mais doações e apoio da comunidade internacional. O encontro também pretende chamar a atenção para a necessidade urgente de fim dos combates e da promoção de uma solução política para o conflito.

Apresentação: Monica Grayley.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud