ONU terá, pela primeira vez, uma mulher como subsecretária-geral de Assuntos Políticos

29 março 2018

Norte-americana Rosemary DiCarlo foi nomeada pelo secretário-geral António Guterres; diplomata sucede a Jeffrey Feltman, que sai do posto a 31 de março.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, nomeou a norte-americana Rosemary DiCarlo para o cargo de subsecretária-geral para Assuntos Políticos. Ela será a primeira mulher a ocupar este posto.

DiCarlo é presidente do Comitê Nacional de Política Internacional dos Estados Unidos e investigadora da Universidade de Yale.

Compromisso

A diplomata sucede a Jeffrey Feltman, também dos Estados Unidos, que foi nomeado por Ban Ki-moon em 2012 e termina o seu mandato a 31 de março.

O secretário-geral da ONU disse numa coletiva de imprensa que todos devem a Feltman “uma dedicação extraordinária, uma enorme inteligência e o compromisso total para com a ONU, os seus valores, e a paz e segurança no mundo.”

Sobre DiCarlo, o chefe da ONU acredita que “vai representar uma contribuição muito importante” para o trabalho das Nações Unidas.

António Guterres lembrou que a nova chefe política da ONU “traz consigo décadas de extraordinária experiência diplomática.”

Carreira

No Departamento de Estado americano, DiCarlo serviu como vice embaixadora do país junto das Nações Unidas. Durante esses anos, representou os Estados Unidos no Conselho de Segurança, Assembleia Geral e outras agências da ONU.

Antes dessa nomeação, a embaixadora foi vice-secretária-assistente de Estado para os Assuntos Europeus e Euroasiáticos. Também foi diretora dos Assuntos da ONU no Conselho de Segurança Nacional.

Enquanto diplomata, trabalhou nas embaixadas de Moscovo, na Rússia, e Oslo, na Noruega.

DiCarlo estudou na Universidade de Brown, em Rhode Island, onde se licenciou e doutorou em literatura e línguas eslavas. Além de inglês, fala francês e russo.   

DiCarlo nasceu em Providence, Rhode Island, em 1947.

Apresentação: Alexandre Soares