Secretário-geral acompanha de perto ações sobre diplomatas russos nos Estados Unidos

26 março 2018

Porta-voz do secretário-geral diz que Estados Unidos informaram à ONU sobre a decisão; António Guterres vai estar em contato com governos envolvidos.

O porta-voz do secretário-geral da ONU, Farhan Haq, disse esta segunda-feira que António Guterres vai “acompanhar de perto” a decisão dos Estados Unidos de tomar medidas contra diplomatas russos que trabalham no país.

Farhan Haq afirmou que o chefe da ONU deve abordar o tema, de forma apropriada, com ambos os governos.

Decisão

O porta-voz do secretário-geral da ONU confirmou que a ONU “viu o anúncio do governo americano sobre a decisão de agir contra alguns diplomatas da Rússia nos Estados Unidos”.

Segundo ele, “a Missão dos Estados Unidos nas Nações Unidas informou ao Secretariado da decisão de agir, com base na seção 13-b do Acordo de Sede ONU-EUA, em respeito a alguns membros da Missão Permanente da Federação Russa nas Nações Unidas.”

Motivos

Farhan Haq explicou que “esta ação pode exigir que esses membros abandonem o país.”

O porta-voz disse ainda que “dada a sensibilidade do tema, que continua a desenvolver-se”, não são possíveis mais comentários neste momento.  

Segundo agências de notícias, os EUA decidiram expulsar do país cerca de 60 diplomatas russos, no seguimento do alegado uso de uma arma química num ataque no Reino Unido. Alguns desses diplomatas trabalham na Missão da Rússia junto à ONU.

O tema foi debatido pelo Conselho de Segurança numa sessão especial. O Reino Unido afirmou que havia indícios do envolvimento da Rússia, mas o embaixador russo na ONU negou a afirmação e pediu provas da participação de seu país no ataque de 4 de março com gás neurotóxico contra um ex-agente de inteligência da Rússia e a filha dele na cidade britânica de Salisbury, no Reino Unido.

 

Apresentação: Alexandre Soares

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Conselho de Segurança recebe informação sobre uso de armas químicas na Síria

Chefe da Organização para a Proibição de Armas Químicas, Opaq, Ahmet Üzümcü, participou de encontro, na sede da ONU, assim como a alta representante para o Desarmamento, Izumi Nakamitsu.

Guterres está “muito preocupado” com ataque químico no Reino Unido

Conselho de Segurança debateu ataque com gás neurotóxico ocorrido no início deste mês, em Salisbury no Reino Unido; secretário-geral diz que uso é violação da lei internacional.