Secretário-geral assistente visita refugiados rohingya em Cox’s Bazar

1 março 2018

Andrew Gilmour parte esta sexta-feira para o Bangladesh; vice-chefe dos direitos humanos vai visitar campos de refugiados e reunir-se com representantes do governo.

O secretário-geral assistente para os Direitos Humanos, Andrew Gilmour, parte esta sexta-feira para uma visita de quatro dias ao Bangladesh.

Gilmor vai passar o fim de semana em Cox’s Bazar, onde vivem cerca de 688 mil refugiados rohingya que fugiram da violência em Mianmar. Na segunda-feira, estará na capital do país, Daca, onde termina a visita.

Campos de refugiados

Em Cox’s Bazar, Gilmour vai visitar alguns dos principais campos de refugiados. Um dos objetivos é falar com pessoas que tenham feito a travessia nas últimas semanas.

Na região, o secretário-geral assistente também se vai reunir com oficiais do governo, representantes de organizações não governamentais, funcionários das Nações Unidas e outros parceiros humanitários.

Gilmour chega a Daca na segunda feira, onde vai discutir a situação humanitária com membros do governo do Bangladesh e da sua Comissão Nacional de Direitos Humanos.

Crise humanitária

Na semana passada, o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, fez um alerta para a situação de 720 mil crianças rohingya que vivem ameaçadas pela violência em Mianmar e por ciclones em Bangladesh.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, OMS, passados seis meses desde o início da crise, esta população continua sem serviços de saúde essenciais à sua sobrevivência.

 A ONU calcula que cerca de 100 mil pessoas corram risco de vida devido a deslizamentos e cheias nos próximos meses. 

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud