Europa perde US$ 89 bilhões por uso ineficiente de acordos de livre comércio
BR

30 janeiro 2018

Conferência da ONU sobre Comércio e Desenvolvimento divulga relatório sobre exportadores europeus, que não estão aproveitando redução de tarifas oferecidas por acordos internacionais.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.

Todo o potencial dos acordos de livre comércio da União Europeia está sendo inexplorado pelos exportadores. Com isso, os países do bloco deixam de ganhar até US$ 89 bilhões, afirma a Conferência da ONU sobre Comércio e Desenvolvimento, Unctad.

Esse dinheiro poderia ser ganho se os exportadores europeus aproveitassem todas as vantagens das tarifas reduzidas oferecidas pelos acordos de livre comércio que foram assinados com países desenvolvidos e em desenvolvimento.

Implementação

Pelo relatório preparado pela Unctad, a maioria das empresas na União Europeia se aproveita dos acordos de livre comércio, mas em alguns casos, os aspectos ligados à implementação podem ser mais pesados que as provisões dos acordos.

Os exportadores da União Europeia utilizam os acordos para 67% das exportações. Por outro lado, os importadores da União Europeia utilizam os acordos de livre comércio em 90% dos casos onde é possível reduzir tarifas.

Se forem levados em conta todos os acordos de livre comércio, os importadores da União Europeia perdem 600 milhões de euros por ano em tarifas reduzidas. Isso significa preços mais altos para a indústria manufatureira e para os consumidores.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud