Guterres deplora ataque talibã que matou 14 em Cabul BR

Foto: ONU/Violaine Martin
António Guterres reafirma apoio à República Centro-Africana e ao papel da Minusca. Foto: ONU/Violaine Martin

Guterres deplora ataque talibã que matou 14 em Cabul

Agências de notícias informaram que pelo menos 160 pessoas foram resgatadas após ação de militares afegãos num hotel; secretário-geral manifesta solidariedade ao governo e ao povo do Afeganistão.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, condenou fortemente o ataque deste sábado ao Hotel Intercontinental da capital afegã, Cabul, que foi reivindicado pelos talibãs.

De acordo com agências de notícias, um atirador entrou de rompante no restaurante do local questionando onde estariam os estrangeiros.

Tropas

As autoridades do Afeganistão confirmaram a morte de pelo menos 14 pessoas no ato, incluindo quatro afegãos.

image
Vista aérea de Kabul, no Afeganistão. Foto: Unama/Ari Gaitanis
Pelo menos 160 pessoas foram resgatadas após a intervenção de tropas afegãs para recuperar o controle do edifício durante a noite.

Na nota, emitida pelo seu porta-voz, Guterres expressa condolências às famílias das vítimas e deseja uma rápida recuperação aos feridos. O chefe da ONU termina a nota manifestando a sua solidariedade ao governo e ao povo afegãos.

Notícias relacionadas: 

No Afeganistão, Conselho de Segurança reitera aposta em melhor cooperação

ONU condena ataque suicida que matou pelo menos 40 pessoas no Afeganistão