Representante da ONU visitará Guiné-Equatorial após relatos de tentativa de golpe
BR

5 janeiro 2018

Informação foi dada pelo vice-porta-voz do secretário-geral durante briefing a jornalistas; François Lounceny Fall deverá chegar à capital Malabo, na próxima semana.

Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.

As Nações Unidas devem realizar uma visita de alto nível à Guiné-Equatorial na próxima semana. A viagem será feita pelo representante especial do secretário-geral François Lounceny Fall.

A informação foi dada a correspondentes na quinta-feira pelo vice-porta-voz do secretário-geral, Farhan Haq.

Poder

Haq aproveitou para responder a perguntas de jornalistas sobre relatos de uma tentativa de golpe de Estado no país africano, que teria ocorrido em 28 de dezembro.

Ele afirmou que existem poucos detalhes sobre a tentativa, mas que a ONU condena qualquer ato de tomada de poder de forma inconstitucional.

A Guiné-Equatorial acaba de assumir um assento rotativo no Conselho de Segurança, ao lado de mais cinco países. O mandato de dois anos deve terminar em dezembro de 2019.

A nação africana também é membro da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp.