ONU saúda troca de prisioneiros ocorrida no leste da Ucrânia
BR

29 dezembro 2017

Segundo agências de notícias, rebeldes separatistas pró-Rússia e governo ucraniano fizeram a maior troca de detidos desde 2014; secretário-geral da ONU espera que ato seja “passo positivo para reforçar confiança entre dois lados”.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.

O secretário-geral da ONU saudou a troca de prisioneiros ocorrida no leste da Ucrânia no dia 27 e elogiou todos os envolvidos na ação. Segundo agências de notícias, o governo ucraniano devolveu mais de 240 detidos e recebeu em troca 74 pessoas que estavam presas pelas forças separatistas pró-russas.

Essa foi a maior troca de prisioneiros ocorrida entre os dois lados desde o início do conflito, em 2014. António Guterres espera que o ato humanitário “sirva como um passo positivo rumo ao reforço da confiança entre as partes e pede que tomem mais medidas neste sentido”. A troca foi realizada com a ajuda da organização Cruz Vermelha.

Acordo de Minsk

O chefe da ONU quer que o acordo de cessar-fogo seja respeitado e que ucranianos e separatistas pró-Rússia continuem atuando juntos para que todos os compromissos firmados sob o acordo de Minsk sejam cumpridos.

A nota de Guterres foi divulgada pelo seu porta-voz, Stéphane Dujarric, na noite de quinta-feira.

Notícias Relacionadas:

Explosivos e minas terrestres são ameaças a 220 mil crianças na Ucrânia

Representante da ONU alerta para crise humanitária no leste da Ucrânia

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud