ONU lamenta perda de vidas com tempestade Tembin nas Filipinas

24 dezembro 2017

Agências de notícias número de mortos chega a 200; área mais afetada foi a ilha de Mindanau onde ventos chegaram a 80 km/hora.

Agências de notícias número de mortos chega a 200; área mais afetada foi a ilha de Mindanau onde ventos chegaram a 80 km/hora.

Manuel Matola, da ONU News em Nova Iorque.

O secretário-geral expressou tristeza após tomar conhecimento da perda de vidas e devastação causadas pela tempestade tropical Tembin das Filipinas que é localmente conhecida localmente como "Vinta".

Agências de notícias informaram que cerca de 200 teriam morrido e que continua a busca de vítimas do desastre natural.

Desaparecidos

Várias áreas afetadas ainda não foram alcançadas pelas equipes de resgate na ilha de Mindanao, onde muitas pessoas continuam desaparecidas após a passagem de ventos que chegaram a 80km/h.

A nota emitida pelo porta-voz do secretário-geral cita “milhares de deslocados pela tempestade que danificou casas e infraestruturas” no país onde os “deslizamentos de terra continuam sendo uma ameaça”.

Esforços

O chefe da ONU expressa condolências às famílias das vítimas e deseja rápida recuperação aos feridos. Guterres saudou os esforços das equipes nacionais de resgate e recuperação, bem como os voluntários que operam “em condições difíceis”.

A nota termina com Guterres expressando a prontidão das Nações Unidas para dar apoio às autoridades locais e nacionais, a ser acrescido ao auxílio já oferecido por parceiros humanitários.

Notícias relacionadas:

Após querer investigar mortes nas Filipinas, relatora sofre ameaças

Nas Filipinas, Guterres destaca ação climática, contraterrorismo e refugiados

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud