Conselho de Segurança impõe novas sanções à Coreia do Norte

22 dezembro 2017

Resolução proíbe viagens e congela bens a 19 indivíduos e ao Ministério das Forças Armadas; secretário-geral  saúda continuação da unidade do órgão de 15 Estados-membros.

Resolução proíbe viagens e congela bens a 19 indivíduos e ao Ministério das Forças Armadas; secretário-geral  saúda continuação da unidade do órgão de 15 Estados-membros.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.*

O Conselho de Segurança aprovou esta sexta-feira novas sanções à Coreia do Norte em resposta ao recente lançamento do míssil balístico em finais de novembro.

A resolução, adotada por unanimidade, prevê a proibição de viagens e  congelamento de bens a 19 indivíduos, e também o congelamento de ativos do Ministério das Forças Armadas Populares.

Iniciativas

Em nota, o secretário-geral, António Guterres, saudou a nova resolução e ressaltou a continuação da unidade do Conselho. O chefe da ONU considerou que isso “é essencial para atingir o objetivo da desnuclearização e para criar  espaço para iniciativas diplomáticas para alcançá-la de uma forma pacífica”.

Para Guterres, “o único caminho a seguir para uma solução global pacífica e política exige a desestruturação e abertura de canais de comunicação agora”.

O secretário-geral declara o seu apoio ao “desejo do Conselho da busca de uma solução pacífica, diplomática e política da situação”, bem como a insistência do órgão em continuar a trabalhar para reduzir as tensões.

Esforços

Após reafirmar o compromisso de trabalhar com todas as partes, Guterres pede aos países que garantam a plena implementação das resoluções do Conselho de Segurança sobre a Coreia do Norte.

O outro apelo é que se “redobrem os esforços para que 2018 seja um ano crucial para alcance da paz sustentável na Península Coreana”.

De acordo com a resolução, os países devem “deter, inspecionar, congelar e apreender qualquer navio nas suas águas territoriais” se houver suspeitas de atividades ilícitas.

Entre essas ações estão a exportação de carvão e de outros artigos proibidos através de práticas marítimas enganosas e a obtenção de petróleo ilegal através de transferências entre navios.

Equipamentos

A resolução proíbe ainda a exportação de produtos alimentares, máquinas, equipamentos elétricos, terra, pedras, madeira e embarcações da Coreia do Norte.

A decisão impede a todos os países que exportem equipamentos industriais, máquinas, veículos de transporte e metais industriais para o território norte-coreano.

Guterres reitera o apoio às conversas de seis partes sobre a Coreia do Norte e pede a sua  continuação, salientando que as medidas impostas pelo Conselho não visam ter consequências humanitárias adversas para a população civil.

*Apresentação: Monica Grayley.

Notícias relacionadas:

ONU: "Península Coreana é mais tensa e perigosa questão de paz e segurança"

Guterres debate Península Coreana em encontro com primeiro-ministro japonês 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud