Avião do Unicef leva 6 milhões de vacinas ao Iêmen
BR

20 dezembro 2017

Lote chegou à capital Sanaa com o objetivo de prevenir surto de difteria que já infectou 300 pessoas e matou 35; conflito impede acesso a combustível e a alimentos gerando uma das piores crises humanitárias da atualidade.

Lote chegou à capital Sanaa com o objetivo de prevenir surto de difteria que já infectou 300 pessoas e matou 35; conflito impede acesso a combustível e a alimentos gerando uma das piores crises humanitárias da atualidade.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.

Um avião do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, pousou na capital do Iêmen, Sanaa, esta quarta-feira, carregado com 6 milhões de doses de vacinas. O objetivo é proteger crianças de doenças como a difteria, que está em alta no país.

Já foram reportados 300 casos de difteria, sendo que 35 pessoas morreram. A maioria dos infectados são crianças. O avião levou doses para proteger adultos e crianças de tétano e difteria, além de 2,5 milhões de doses da vacina pentavalente, para imunizar os menores contra doenças como coqueluche, difteria e hepatite B.

Acesso restrito

O Unicef lembra que o conflito no Iêmen começou em março de 2015 e após quase 1 mil dias de violência, o país enfrenta uma das piores crises humanitárias do mundo.

O acesso a combustíveis e aos alimentos está restrito e segundo a agência da ONU, isso apenas piora a “miséria das crianças no Iêmen, que já enfrentam a ameaça tripla das doenças, da desnutrição e da violência”.

A representante do Unicef no país, Meritxell Relaño, declarou que “vacinar crianças é essencial para protegê-las de doenças e até da morte” e por isso, é “vital que vacinas e outros itens que podem salvar vidas continuem entrando no Iêmen sem impedimentos”.

Notícias relacionadas:

Em apenas 11 dias, ataques aéreos matam 130 pessoas no Iêmen

FAO diz que 37 países precisam de ajuda alimentar

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud