FAO diz que 37 países precisam de ajuda alimentar

8 dezembro 2017

Moçambique  é o único país africano de língua portuguesa na lista;  organização lança nova edição do relatório sobre Perspetiva de Culturas e da Situação Alimentar.

Manuel Matola, da ONU News em Nova Iorque.

Um relatório da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, revela que 37 países precisam de ajuda alimentar externa. A lista contém 29 nações africanas, e Moçambique é a única lusófona na relação.

A crise é causada por fome e conflitos prolongados, de acordo com o estudo “Perspetiva de Culturas e da Situação Alimentar”.

Insegurança

Segundo o documento, divulgado esta quinta-feira, apesar de nesses países ainda existirem reservas alimentares consideráveis das colheitas de cereais, a insegurança intensificou devido à seca localizada, inundações e conflitos em curso, que dificultam plantações e colheitas.

De acordo com a agência, os conflitos prolongados desencadearam condições de fome no norte da Nigéria, no Sudão do Sul e no Iêmen.

O Afeganistão, a República Centro-Africana, a República Democrática do Congo e a Síria estão a registrar casos de fome generalizada, de acordo com a FAO.

Produção agrícola

As condições meteorológicas adversas, como a seca na África Oriental e inundações em certos países da Ásia, também estão a afetar a produção agrícola em várias regiões do mundo.

Só este ano, as fortes inundações no Bangladesh provocaram danos substanciais à colheita de arroz, o que pode reduzir os níveis de produção para as taxas mais baixas dos últimos cinco anos.

Urgência

O relatório menciona que no norte da Nigéria, mais de 3 milhões de pessoas necessitam de uma resposta urgente.

Já no Sudão do Sul, apesar das recentes colheitas, cerca de 4,8 milhões de pessoas, correspondente a 45% da população, vivem em situação de emergência.

Na Somália, o risco de fome foi impedido, até agora, devido à prestação de assistência humanitária em larga escala. Já no Iêmen, 17 milhões de pessoas precisam de assistência humanitária urgente.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud