ONU condena ataque terrorista que matou 11 no Iraque
BR

28 novembro 2017

Agências de notícias informaram que integrantes do Isil teriam reivindicado autoria do atentado, ocorrido perto de Bagdá; para enviado das Nações Unidas, terroristas querem instigar medo nos iraquianos.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.*

As Nações Unidas condenaram de forma veemente um ataque terrorista, ocorrido na segunda-feira, a 35 km  de Bagdá, capital do Iraque. Pelo menos 11 pessoas morreram e mais de 20 ficaram feridas.

Em nota, o representante especial do secretário-geral da ONU para o país, Ján Kubis, disse que o atentado suicida foi covarde. Ele prestou solidariedade às famílias enlutadas, ao Governo e ao povo do Iraque e desejou pronta recuperação aos feridos.

Isil

Agências de notícias informaram que o ataque foi reivindicado pelo grupo terrorista Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil.

Três autores do atentado teriam sido mortos pelas forças de segurança, outros dois detonaram os explosivos que carregavam junto ao corpo.

Terrorista 

Kubis disse que apesar de as derrotas diante das forças de segurança, o Isil também conhecido como Daesh ainda tem força e que e os iraquianos precisam continuar vigilantes no próximo período.

O enviado disse que as ações terroristas pretendem instigar medo nos iraquianos próximos de uma “vitória total sobre o terrorismo”. Segundo ele, os terroristas não conseguirão o que querem.

O representante declarou ainda que “com unidade, força e determinação, os iraquianos devem derrotar os terroristas em breve.

*Apresentação: Monica Grayley.

Notícias relacionadas:

ONU: "Reconstrução da Síria vai custar US$ 250 bilhões"

Especialista diz que justiça para todos é vital para paz duradoura no Iraque

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud