Na África do Sul, vice-chefe da ONU defende fim da violência a mulheres
BR

24 novembro 2017

Para Amina Mohammed debate sobre o tema deve começar em lares e comunidades; em Joanesburgo, vice-subsecretária-geral também chamou a atenção internacional para necessidade de apoio ao Zimbabué.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

A vice-secretária-geral da ONU fará este sábado a 15ª Palestra Anual Nelson Mandela na Cidade do Cabo, na África do Sul. Este ano, o lema do evento é "Foco no gênero: reduzir a desigualdade através da inclusão”.

O pronunciamento de Amina Mohammed coincide com o Dia Internacional para a Eliminação da Violência a Mulheres.

Comunidades

Pouco após a sua chegada em Joanesburgo, esta sexta-feira, Mohammed disse a jornalistas que abordar a violência baseada de gênero começa nos lares e nas comunidades” e que “apesar dos progressos feitos, é preciso muito mais”.

Após destacar suas experiências com os próprios filhos, a vice-chefe da ONU afirmou que é importante educar jovens e homens sobre o respeito às mulheres.

Zimbabué

Em resposta a uma questão sobre a situação no Zimbabué,  Mohammed disse que os cidadãos do país “devem felicitar-se pela transição pacífica”.

Agências de notícias informaram que esta sexta-feira foi investido o novo presidente do Zimbabué, Emmerson Mnangagwa, após a renúncia de Robert Mugabe que esteve 37 anos no poder.

Para a vice-chefe da ONU, os zimbabueanos “vivem um novo amanhecer, e uma nova era”, na qual “podem ser corrigidos erros, sendo muito importante que os cidadãos reflitam e não tenham pressa”.

Mohammed defende que o atual “momento sensível” no Zimbabué carece de apoio de todos os cidadãos do país, de África e do globo.

A abertura da conferência da cidade do Cabo coincide com o arranque da comemoração anual da campanha de 16 dias de ativismo contra a violência de gêneros. O tema deste ano é “Não deixar ninguém para trás: acabar com a violência contra mulheres e meninas”.

  Notícias relacionadas:

16 dias de ativismo contra violência de gênero começam neste sábado

Chefe da ONU quer ação para acabar "para sempre" com violência à mulher

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud