Portugal: sistema de alerta de tsunami ajudará a evacuar milhares em 8 minutos
BR

22 novembro 2017

Serviço que já existe na França, na Turquia, na Itália e na Grécia funciona no Instituto Português do Mar e da Atmosfera, Impa, diz Unesco; moradores de áreas costeiras são os que enfrentam maior risco.

Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, informou que Portugal é o mais novo país de uma lista sobre sistema de alerta de tsunami.

A iniciativa funciona na região dos Mares Conectados do Mediterrâneo e Nordeste do Atlântico (Neam, na sigla em inglês), e reúne França, Turquia, Itália e Grécia.

Lisboa

A proposta é aumentar a capacidade de avisar a todos os cidadãos vivendo em costas portuguesas e arredores em caso de um tsunami.

A Unesco lembrou o terremoto arrasador, em 1755, em Portugal que matou mais de 70 mil pessoas provocando ondas de até 6 metros de altura em Lisboa. O tremor foi de 8.5 a 9 graus na escala Richter.

Os especialistas dizem que um outro terremoto pode ocorrer e destruir parte do sudoeste de Portugal e Espanha afetando centenas de milhares de pessoas que vivem em áreas urbanizadas da costa da Península Ibérica.

Informação

O novo serviço, abrigado no Instituto Português do Mar e da Atmosfera, Ipma, será capaz de detectar qualquer registro de terremoto na região além de enviar a informação relevante às autoridades, que poderão alertar os moradores em oito minutos antes da chegada do tsunami. Com isso, milhares de pessoas podem ser evacuadas a tempo.

O diretor do Impa, Fernando Carrilho, disse que o sistema de alerta conta com centenas de sensores instalados ao longo dos litorais, e que as pessoas sob risco serão informadas por mensagens ou sirenes.

A costa portuguesa tem mais de 943 km de extensão na parte continental do país e mais 667 km no arquipélago de Açores e 250 km na Madeira.

Mais de 130 milhões de pessoas vivem na área do Mediterrâneo e mais de 230 milhões de turistas visitam a região todos os anos.

Desde 2000, mais de 11 milhões de pessoas em todo o mundo foram afetadas por tsunamis que causaram 250 mil mortes em Sri Lanka, Indonésia, Japão, Índia, Tailândia.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud