Um terço do valor de produtos industrias são de "capital intangível"
BR

20 novembro 2017

Brasil entre nações produtoras de café que querem reforçar marcas para se diferenciar umas das outras;  Cerca de  US$ 5,9 triliões foram faturados em 2014 como parte do capital intangível.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Um novo relatório das Nações Unidas revela que um terço do valor dos produtos industriais vendidos em todo o mundo corresponde ao chamado "capital intangível".

Esta segunda-feira, a Organização Mundial da Propriedade Intelectual, Ompi, lançou o estudo citando a imagem de marcas, o design e a tecnologia com destaque entre as cadeias de valor global. As empresas fazem mais uso destas áreas com valor económico mas que não podem ser tocados.

Capital

Cerca de  US$ 5,9 triliões foram faturados em 2014 como parte do capital intangível, que contribui duas vezes mais que edifícios, máquinas e outras formas de capital tangível para o total dos produtos manufaturados.

Para a Ompi, esse facto realça o “crescente papel da propriedade intelectual, que é frequentemente usada para proteger bens imateriais e a eles relacionados na economia mundial”.

Brasil

O Brasil é o único país lusófono citado no relatório como um dos produtores de café que tendem a “proteger a propriedade intelectual para capitalizar seus ativos intangíveis. Geralmente, a estratégia destes é criar uma “marca mais forte de forma mais ativa para diferenciar os seus cafés dos outros produtores”.

Ao melhorar as capacidades de processamento do produto, o Brasil produz para concorrer com nações mais desenvolvidas que produzem o café torrado e solúvel.

O país lidera em termos de patentes para a área, na proteção jurídica de propriedade intelectual e nas marcas coletivas. Tal como a China e o México, o país procura proteger suas patentes para invenções relacionadas ao café.

Valor Global

O "Relatório sobre a Propriedade Intelectual Mundial 2017: Capital Intangível em Cadeias de Valor Global" analisa o impacto da renda acumulada no trabalho, no capital tangível e no capital intangível na cadeia de valor global em todas as atividades industriais.

O impacto corresponde a um quarto do total da produção económica global e além do café inclui casos como painéis solares e smartphones.

Painéis Solares e smartphones

Os painéis solares passaram de produtos altamente especializados para commodities de baixo custo criando pressão nos produtores. Entre 2008 e 2015, os preços caíram em cerca de 80%.

Fabricantes de telefones inteligentes e provedores de tecnologia dependem fortemente de patentes, marcas registadas e projetos industriais gerando um alto retorno sobre seu capital intangível.

No domínio de patentes, até 35% dos primeiros registos em todo o mundo podem estar relacionados a smartphones.

O mercado de telefones celulares de alto desempenho que custam mais de US$ 400 é dominado pelas marcas Apple e  Samsung com quotas de mercado de 57% e 25%.