Guterres acompanha situação no Zimbábue e pede calma
BR

16 novembro 2017

Porta-voz do secretário-geral, Stephane Dujarric, afirmou que ONU está em contato com Comissão da União Africana e líderes regionais sobre o tema.

Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.

O chefe das Nações Unidas, António Guterres, informou que segue de perto a situação no Zimbábue.

Em declaração lida pelo seu porta-voz, Stephane Dujarric, António Guterres pediu calma.

Diálogo

Ele ressaltou a importância de que as diferenças políticas sejam resolvidas através de meios pacíficos incluindo o diálogo de acordo com a Constituição do país.

Segundo agências de notícias, elementos do Exército tomaram a TV estatal no Zimbábue na madrugada de quarta-feira, horário local. Relatos iniciais davam conta de que o presidente Robert Mugabe, há 37 anos no poder, estaria em sua casa sob controle dos militares.

O secretário-geral da ONU elogiou os esforços da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral Sadc, de facilitar o que ele chamou de uma solução pacífica para a situação.

Guterres disse que continuará em contato com a presidência da Comissão da União Africana assim como líderes regionais para apoiar esses esforços.

Ele encerrou a nota reiterando o compromisso da ONU de continuar a apoiar o Zimbábue na consolidação da governança democrática da nação.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud