FAO e Brasil fecham novo acordo de cooperação para aumentar inclusão social
BR

9 novembro 2017

Em comunicado, Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação informou que meta é impulsionar o desenvolvimento rural e territorial em países da América Latina e do Caribe.

Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.

O Brasil e a FAO anunciaram uma nova parceria para fortalecer o desenvolvimento rural e a inclusão social.

Um representante da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação na América Latina e no Caribe, Adoniram Sanches, lembrou que a fome está crescendo na região e por isso é hora de somar esforços.

Debate

O Brasil foi representado pelo ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho.  Segundo ele, o país acredita na missão global da FAO e a vontade do governo é manter o debate e a cooperação com a agência.

O memorando de entendimento foi firmado em Santiago do Chile. A primeira frente de atuação será o fortalecimento da Rede Latino-Americana de Políticas Públicas para o Desenvolvimento Regional, Rede, criada com o apoio da União Europeia, da Cepal e da Ocde.

A parceria quer também promover o desenvolvimento rural sustentável e diminuir as desigualdades no campo.

O representante da FAO lembrou que a fome não será erradicada enquanto não houver um desenvolvimento eficiente e igualitário entre as diversas regiões de todos os países. Por isso, a agência está investindo também na Cooperação Sul-Sul e engajando todos os atores da região.

O acordo foi assinado no seminário Agenda 2030, mecanismos inclusivos: realidades e possibilidades com o setor rural privado.