Oficial português é novo assessor do secretário-geral para polícia
BR

1 novembro 2017

Luís Carrilho comandou forças policiais em operações de paz na República Centro-Africana, no Haiti, e em Timor-Leste; ele atuou na segurança da Presidência de Portugal e na área de proteção na polícia em Lisboa.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

O ex-comandante das forças policiais da ONU em missões de paz, Luís Carrilho foi anunciado esta quarta-feira como novo assessor do secretário-geral para Polícia. Ele vai atuar no Departamento de Operações de Manutenção da Paz.

O oficial português, de 51 anos, é superintendente chefe da Polícia de Segurança Pública de Portugal.

Missões de paz

Carrilho foi comissário de Polícia das Nações Unidas em três operações de manutenção da paz. O posto mais recente foi no comando das forças policiais na República Centro-Africana, Minusca, entre 2014 e 2016. Antes, chefiou a polícia nas operações de paz no Haiti e Timor-Leste.

Entre 1996 e 1998, ele trabalhou na operação de paz na Bósnia e Herzegovina.

Comando

Antes, o novo assessor para a polícia assumiu o comando da segurança na Presidência de Portugal e da Polícia de Segurança em Lisboa. O oficial estudou no Instituto Superior de Ciências Políticas e Segurança Interna.

Nas novas funções, Carrilho substituirá o alemão Stefan Feller a quem o secretário-geral agradeceu pela “dedicação, profissionalismo e liderança em questões de policiamento das Nações Unidas”.

Notícias relacionadas:

Entrevista: "República Centro-Africana quer paz"

Vídeo: Luís Carrilho

Grupos étnicos e religiosos querem a paz na República Centro-Africana

Clip: Polícia da ONU alvejado na República Centro-Africana

ONU investiga assassinato de polícia da missão na República Centro-Africana

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud