ONU condena atentados que podem ter matado 230 na Somália
BR

15 outubro 2017

De acordo com agências de notícias, há pelo menos 300 feridos nos ataques ocorridos neste sábado na capital do país.

Denise Costa da ONU News, em Nova Iorque.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, condena veementemente os atentados ocorridos neste sábado, em Mogadíscio, capital da Somália.

Segundo agências de notícias, o ataque ocorreu quando um veículo com bombas explodiu. Há relatos de que pelo menos 230 pessoas morreram e 300 ficaram feridas.

Em nota emitida pelo seu porta-voz, Guterres enviou condolências às famílias das vítimas e desejou uma rápida recuperação aos feridos. Ele elogiou o trabalho das equipas de resgate e habitantes locais que se mobilizaram para ajudar as vítimas.

Solidariedade

O chefe da ONU apelou à união na luta contra o terrorismo e extremismo violento, e pediu à população da Somália que trabalhe juntamente na construção de um Estado federal funcional e inclusivo.

O secretário-geral reafirma o apoio e solidariedade das Nações Unidas com o povo e governo da Somália, na busca da paz e estabilidade.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud