Unicef: um ano após Matthew, crianças no Haiti ainda vulneráveis a desastres
BR

6 outubro 2017

Furacão atingiu o país em 4 de outubro de 2016; trabalhando com o governo e parceiros, Unicef reformou 120 escolas que foram danificadas, possibilitando o retorno às aulas de mais de 30 mil crianças.

Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Nova Iorque.

Um ano se passou desde que o Furacão Matthew atingiu o sudoeste do Haiti, mas crianças e adolescentes no país continuam muito vulneráveis aos efeitos de desastres naturais e clima extremo. O alerta é do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef.

O representante da agência no país, Marc Vincent, lembrou que “centenas de milhares de crianças tiveram suas vidas viradas de cabeça pra baixo” pelo Matthew.

Escolas

Imediatamente após a tempestade, a ONU mobilizou sua equipe no terreno para responder às necessidades mais urgentes e enviou ajuda de emergência, incluindo água limpa e saneamento.

Trabalhando com o governo haitiano e instituições parceiras nos últimos 12 meses, o Unicef reformou 120 escolas danificadas pelo furacão, possibilitando que mais de 30 mil crianças voltassem às aulas.

A agência também forneceu móveis a cerca de 139 escolas e ajudou 26 mil crianças com apoio psicossocial.

Tempestade

Nas províncias de Sud e Grand'Anse, duas das mais atingidas na ilha, o Unicef ajudou a examinar 160 mil crianças para desnutrição em um programa em curso.

A agência também organizou uma série de consultas com adolescentes para que eles expressassem suas ideias e preocupações sobre riscos e gestão de desastres. Os resultados foram partilhados com autoridades locais.

O Furacão Matthew, de categoria 4, atingiu o Haiti em 4 de outubro de 2016. A tempestade causou a morte de centenas de pessoas e destruiu infraestrutura essencial, incluindo pontes e sistemas de água e saneamento.

Notícias Relacionadas:

Guterres vai visitar ilhas caribenhas mais atingidas por furacões

Unicef amplia ações na América Latina e Caribe devido a desastres naturais

Forças do Brasil dizem adeus ao Haiti

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud