OMS divulga diretrizes contra obesidade e sobrepeso em crianças
BR

4 outubro 2017

Organização Mundial da Saúde focaliza no apoio a agentes de saúde; no ano passado, 41 milhões de crianças com menos de cinco anos sofriam do problema.

Laura Gelbert Delgado e Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, lançou nesta quarta-feira novas diretrizes para combater o que a agência considera uma epidemia global: obesidade e sobrepeso em crianças.

Segundo estimativas, em 2016 a questão afetava cerca de 41 milhões de crianças menores de cinco anos de idade.

Orientações

As orientações da OMS incluem detalhes sobre como profissionais de saúde podem melhor identificar jovens que precisam de ajuda. O documento menciona aconselhamento e dieta, e uma avaliação de hábitos alimentares, juntamente com cálculos mais frequentes de peso e altura.

Segundo a agência, o problema atinge países desenvolvidos e em desenvolvimento.

Brasil

Em Nova Iorque, durante os debates gerais da Assembleia Geral, o chefe da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, José Graziano da Silva, falou à ONU News sobre o lançamento do relatório da agência que também aborda a questão.

"O nosso Sofi, como nós chamamos, o "Estado da Segurança Alimentar no Mundo 2017", mostra uma outra coisa alarmante, particularmente nos países latino-americanos e no Brasil, que é o aumento da obesidade em crianças. No Brasil chegou a 9%. É um número assustador porque associado à obesidade entram as enfermidades".

Mudança de padrões

A OMS afirma que a prevalência da obesidade em crianças reflete uma mudança de padrões na direção de dietas pouco saudáveis e sedentarismo.

Urbanização, aumento de renda, disponibilidade das chamadas fast foods, demandas educacionais, tempo passado assistindo à televisão e a jogos levaram a um aumento no consumo de alimentos ricos em gorduras, açúcar e sal e a uma redução na atividade física.

Notícias Relacionadas:

Congresso em Portugal alerta para obesidade em jovens europeus

América Latina perde bilhões de dólares com desnutrição e obesidade

Quase metade da população da América Latina está acima do peso

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud