ONU celebra Dia Internacional das Pessoas Idosas destacando talentos
BR

30 setembro 2017

Entrando no Futuro: Descobrindo talentos, contribuições e participação das pessoas idosas na sociedade é o tema deste ano; mundo tem 700 milhões de habitantes com mais de 60 anos; até 2050, serão 2 bilhões.

Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.

Em 2050, o mundo terá 2 bilhões de pessoas com mais de 60 anos e consideradas idosas. Pela primeira vez, haverá mais cidadãos na terceira idade que crianças vivendo no planeta.

A previsão é do Fundo das Nações Unidas para a População, Unfpa. Neste 1º de outubro, a ONU celebra o Dia Internacional das Pessoas Idosas destacando os talentos e a contribuição que elas aportam para sociedades.

Discriminação

Sob o tema: Entrando no Futuro: Descobrindo talentos, contribuições e participação das pessoas idosas na sociedade, a organização chama à atenção para problemas como a discriminação a cidadãos na terceira idade.

De acordo com a ONU, ações discriminatórias limitam a atuação dos idosos em locais de trabalho, na área da saúde impactando, de forma negativa, o bem-estar desses cidadãos.

Este ano, o Dia Internacional pretende ressaltar como possibilitar e expandir os direitos, preferências e atuação dos idosos. E como eles podem ajudar a implementar a Agenda

2030 e o Plano Internacional de Ação de Madri sobre o Envelhecimento.

As Nações Unidas estimam que o envelhecimento populacional se dará com mais rapidez em países em desenvolvimento e, em maior número na Ásia, tendo a África o maior crescimento proporcional.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud