Sudão do Sul: ONU quer “mais substância” para cumprimento do acordo de paz

26 setembro 2017

Enviado quer mensagem clara e unificada da comunidade internacional para o fim do conflito; missão de paz promete atuar de forma “robusta, ágil e pró-ativa” para apoiar socorro humanitário.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

O enviado das Nações Unidas para o Sudão do Sul afirmou que, no momento, existe pouco espaço para que as partes acordem executar o acordo de paz, anunciado em 2015.

Num encontro, na manhã desta terça-feira, ao Conselho de Segurança, David Shearer pediu a todas as partes  envolvidas que apoiem os esforços de paz com vista ao fim dos confrontos violentos entre as fações da liderança divididas em grupos étnicos.

Recursos

Shearer disse haver consciência de que o país corre o risco de continuar a ser uma fonte de instabilidade regional. Ele citou ainda que estão a ser “drenados recursos a nível internacional”.  De acordo com o enviado, as nações da região têm um papel essencial a desempenhar para convencer as partes da necessidade de se empenharem e encontrarem soluções pacíficas para o conflito.

Para Shearer, a comunidade internacional deve enviar uma mensagem clara e unificada às partes do conflito sobre o caminho a seguir.

O representante considerou encorajadoras as consultas que decorreram nos últimos dias, mas sublinhou que o processo precisa urgentemente de “mais substância”.

Assistência

O também chefe da Missão das Nações Unidas no Sudão do Sul, Unmiss, declarou que houve um aumento de 7,6 milhões do número de pessoas que precisam de assistência humanitária.

O número de deslocados sul-sudaneses também subiu para 4 milhões durante o primeiro semestre deste ano.

Shearer afirmou que a operação de paz está determinada em atuar de forma “robusta, ágil e pró-ativa” no apoio à operação humanitária de grande envergadura.

Notícias relacionadas:

Sul-sudaneses voltam para casa após viverem no maior local de proteção

Força de Proteção Regional chega ao Sudão do Sul

Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News 

Baixe o aplicativo/aplicação para  iOS ou Android

Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud