Oriente Médio: assentamentos continuam minando esforços de paz, diz enviado
BR

25 setembro 2017

Coordenador especial da ONU para o Processo de Paz no Oriente Médio, Nickolay Mladenov, falou ao Conselho de Segurança nesta segunda-feira; ele fez um apelo a “palestinos e israelenses para que demonstrem seu compromisso de rejeitar violência, retórica inflamatória e ações de provocação”.

Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Nova Iorque.*

O coordenador especial da ONU para o Processo de Paz no Oriente Médio, Nickolay Mladenov, disse ao Conselho de Segurança nesta segunda-feira que a contínua expansão de assentamentos, especialmente em Jerusalém Oriental, e a “prática de demolição de estruturas palestinas na Cisjordânia” está minando as perspectivas de paz.

Por videoconferência, Mladenov, afirmou que desde junho, as atividades israelenses de assentamentos continuaram em “taxa alta”, um padrão consistente ao longo do ano.

Ilegal

Mladenov declarou que as Nações Unidas “consideram todas as atividades de assentamentos ilegais sob a lei internacional e um impedimento à paz”.

Ele disse ainda que a violência continua sendo um dos principais obstáculos para a resolução do conflito. Para o coordenador especial, “a contínua violência a civis e o incitamento perpetuam o medo e as suspeitas mútuos, enquanto impedem quais ações para fechar as lacunas entre os dois lados”.

“Mais uma vez”, Mladenov fez um apelo a “palestinos e israelenses para que demonstrem seu compromisso de rejeitar violência, retórica inflamatória e ações de provocação”.

*Apresentação: Eleutério Guevane.

Notícias Relacionadas:

Oriente Médio e Norte da África precisa de apoio urgente para 20% das crianças

Representante da ONU pede compromisso global por solução de dois Estados

Chefe da ONU elogia a neutralização da crise na Cidade Velha de Jerusalém 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud