ONU: mais de 40 milhões de pessoas vítimas de escravidão moderna
BR

20 setembro 2017

Mulheres e meninas sofrem impacto maior; trabalho infantil afetou 152 milhões de menores.

Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Nova Iorque.

Mais de 40 milhões de pessoas ao redor do mundo foram vítimas de escravidão moderna – trabalho e casamentos forçados – em 2016, segundo um estudo das Nações Unidas. O estudo revela ainda o impacto desproporcional em mulheres e meninas.

Segundo o documento, 25 milhões foram vítimas de trabalho forçado e 15 milhões foram obrigados ao casamento.

Mulheres

Deste total, quase 29 milhões, ou 71%, são mulheres e crianças. As mulheres representam 99% das vítimas de trabalho `a força na indústria do sexo comercial e 84% das pessoas forçadas ao casamento.

O estudo foi preparado em conjunto pela Organização Internacional do Trabalho, OIT, e a Fundação Walk Free, em parceria com a Organização Internacional para Migração, IOM.

Crianças

Um outro estudo da OIT, “Estimativas globais sobre trabalho infantil: resultados e tendências 2012-2016”, confirmou que cerca de 152 milhões de crianças, com idades entre 5 e 17, foram sujeitas à prática.

O trabalho infantil permanece concentrado principalmente na agricultura, com 70,9%.

Para o diretor-geral da OIT, Guy Ryder, o mundo “não estará em uma posição de alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODSs, a não ser que aumente dramaticamente as ações para combater esses flagelos”.

Ryder defendeu que as novas estimativas globais podem ajudar a moldar e desenvolver medidas para prevenir tanto o trabalho forçado quanto o infantil.

Notícias Relacionadas:

ONU pede ação mundial para proteger vítimas de tráfico humano

Galeria de fotos: Faces da tráfico humano

OIM na Itália alerta sobre casos de migrantes exploradas sexualmente

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud