ONU quer mais fundos para apoiar avanço dos países em desenvolvimento

18 setembro 2017

Em evento de alto nível, secretário-geral apelou a doadores a cumprir promessas feitas às nações menos desenvolvidas; organização realiza cimeira em 2018 para abordar progresso de plataformas internacionais e dos Estados-membros.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.*

As Nações Unidas pediram esta segunda-feira à comunidade internacional que invista na Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável e no financiamento para um mundo melhor para todos.

Falando num evento de alto nível sobre o Financiamento do Desenvolvimento, o secretário-geral António Guterres pediu aos doadores que mantenham os compromissos feitos com a assistência oficial ao desenvolvimento.

Investimento

O outro pedido do chefe da ONU foi no sentido de se apoiar as nações em desenvolvimento para que estas “atraiam financiamentos de uma forma inovadora e tenham ação nos mercados financeiros e no investimento privado”.

Segundo a ONU cerca de US$ 50 biliões de poupanças individuais rendem ativos financeiros ou de investimentos baixos ou negativos. O ideal era que fosse financiada a Agenda de 2030 pelo seu potencial de “gerar crescimento inclusivo e sustentável”.

De acordo com a ONU, comparado ao que é preciso para cumprir a Agenda de 2030 de Desenvolvimento Sustentável o sistema financeiro global gere US$ 300 biliões em ativos financeiros coletivos que “não são suficientes”.

Reflexo

Com base na Estratégia de Ação de Addis Abeba, Guterres disse que vai liderar os esforços para garantir que os objetivos globais se reflitam em políticas económicas e financeiras internacionais para mobilizar fundos.

Em setembro de 2018, Nova Iorque acolherá uma cimeira para analisar o progresso internacional e dos Estados-membros das Nações Unidas.

Guterres defendeu ainda que as principais iniciativas internacionais devem aproveitar as mudanças em grande escala no financiamento e no desenvolvimento de sistemas financeiros.

As áreas de maior foco seriam a digitalização, o financiamento do clima e a cooperação com grandes iniciativas de investimento.

*Apresentação: Denise Costa.

Notícias relacionadas:

Líderes globais começam a chegar para Assembleia Geral em Nova Iorque

População pobre está "pagando o preço" de questões globais, diz especialista

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud